Sobre o preço dos imóveis no Porto em 2020 …

O que subiu, o que desceu, como se comportou a procura?

Concluído o ano de 2020, é importante perceber como se comportou o mercado imobiliário, principalmente num período tão atípico como o que estamos a atravessar.

Assim, e no seguimento da análise da passada semana, onde olhei para variação do número de transações no Porto, hoje, o objetivo é analisar a variação dos preços.

Sempre com a mesma base:

  • Preços reais de transação (valores de fecho) e não valores anunciados;
  • Imóveis transacionados pela rede Remax;
  • Análise por tipologia e freguesia;
  • Valores médios por m2, em função de áreas brutas privativas.

Afinal, o que aconteceu em 2020?

Diria que não houve grandes surpresas!

  • Nos apartamentos , Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde, continua a ser a união de freguesias onde se verificam os preços mais elevados, com a tipologia T4 a ser transacionada, em média, acima dos 4.000€/m2 e os T0 acima dos 3.000€/m2. Embora nesta ultima tipologia, T0, a Baixa do Porto, continua a ultrapassar ligeiramente Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde.
  • Os preços mais baixos por m2, nos apartamentos, encontram-se nas tipologias maiores em Campanhã com um valor pouco superior a 1.000€/m2 seguido do Bonfim, abaixo dos 1.200€/m2.
  • Também nas moradias, foi em Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde que se transacionaram os imóveis de valor mais elevado e em Campanhã, os de valor mais reduzido.
  • Foi na Baixa do Porto que se transacionaram os prédios de preço médio/m2 mais elevado e em Ramalde os de preço mais baixo.

Por freguesia e tipologia e comparando 2020 com o ano de 2019:

ALDOAR, FOZ DO DOURO E NEVOGILDE:

  • O comportamento dos preços evoluiu de forma distinta por tipologia – verifica-se um aumento do preço médio/m2 nas moradias e tipologias T4 e T2.
  • O preço médio/m2 da tipologia T1 sofreu uma descida significativa;
  • Os T3 apresentam estabilidade nos preços de 2019 para 2020.

BONFIM

  • Também no Bonfim o comportamento dos preços foi distinto por tipologia;
  • Denota-se estabilidade dos preços médios nos apartamentos T3 e Moradias;
  • Também aqui o preço médio/m2 dos T1 desce e dos T2 sobe, em 2020 (será o resultado de um acréscimo da procura por tipologias maiores …?)
  • Diria que dado o número reduzido de transações, a análise relativa aos prédios não é significativa;

CAMPANHÃ

  • Em Campanhã, os preços médios/m2 cresceram de forma generalizada (exceto para os T3), embora seja ainda a freguesia do Porto com os preços médios mais baixos – diria que é notório o impacto da reabilitação e modernização que estamos a assistir nesta freguesia.
  • Note-se que o preço médio/m2 dos T1’s, em 2020, ultrapassou já os 2.000€/m2.

CEDOFEITA, SANTO ILDEFONSO, SÉ, MIRAGAIA, SÃO NICOLAU E VITÓRIA (o que para abreviar apelido de BAIXA DO PORTO )

  • Na Baixa do Porto, a tendência foi de descida moderada para as tipologias T0 a T2;
  • Verificou-se um crescimento do preço médio/m2 na tipologia T3 e nos prédios.
  • Algo a assinalar será o facto de em 2020, o preço médio/m2 da tipologia T3 ultrapassou o preço médio/m2 dos T2.

LORDELO DO OURO E MASSARELOS

  • Nesta união de freguesias, o comportamento dos preços foi consistente em todas as tipologias;
  • Assistimos em 2020 a um crescimento moderado em todas as tipologias face a 2019;
  • Será de notar que, na Remax, não registámos transações de T0’s nesta freguesia em 2020.

PARANHOS

  • Também em Paranhos, em 2020 a Remax não transacionou T0’s.
  • A tipologia T2 e as moradias apresentam um crescimento significativo do preço face a 2019;
  • Nas tipologias T3 e T4 verificou-se um ligeiro decréscimo.

RAMALDE

  • Tal como em Lordelo do Ouro e Massarelos, verificou-se em Ramalde bastante consistência no comportamento dos preços em 2020 face a 2019;
  • Será de notar um crescimento significativo no valor médio dos T4 e um decréscimo também elevado nos prédios, no entanto, importa “relativizar” estes resultados dada a reduzida dimensão da amostra nestes dois grupos de imóveis.

Em geral será de notar:

  • O preço médio/m2 continua a ser superior nas tipologias mais pequenas e reduz progressivamente à medida que a tipologia aumenta;
  • O anos de 2020 traduziu-se, em termos de preços efetivos de transação num ano de estabilidade genérica dos preços no Porto, apesar da redução do número de transações que já constatámos na análise da semana anterior.

Resta-nos estar atentos ao que 2021 trará!

Trimestralmente atualizarei esta análise de modo a perceber a evolução dos preços do imobiliário esta linda cidade do Porto.

Caso pretenda receber informação adicional ou avaliar em detalhe alguma tipologia ou zona do Porto, estarei ao inteiro dispor.

Contacte-me: 929 261 237 | Lsenra@remax.pt

Espero que seja útil!