Sobre as zonas do Porto – O QUARTEIRÃO BOMBARDA ou … o chamado BAIRRO DAS ARTES

Confesso … é uma das minhas zonas predilectas do Porto. Não apenas para passear e visitar mas, definitivamente para morar.

Carismática, com uma identidade muito própria , esta zona do Porto que engloba o quarteirão da Rua Miguel Bombarda, Rua do Breiner, Rua Adolfo Casais Monteiro e Rua do Rosário, desenvolveu-se de forma intensa nos últimos …, diria 15 anos, dando origem ao hoje conhecido como Bairro das Artes.

É hoje um quarteirão cheio de vida: repleto não só de galerias de arte mas também de lojas, cafés, mercearias, guesthouses e ateliers de artistas. Lá encontramos o pão de fermentação natural feito no forno, o café de filtro, a conversa ao balcão no “café do Bairro”, as mercearias de produtos da época biológicos, recuperando uma vivência “antiga” de forma tremendamente atual.

Quem vive no Bairro das Artes já se habitou a pegar no carro apenas quando sai do Porto, e por lá vamos vendo as bicicletas e todos os que adoram andar a pé. Sim porque, ali, tudo se faz a pé.

A oferta de restaurantes é generosa, com prevalência de uma cozinha que se quer internacional, mas também saudável, muitas vezes vegetariana, com aposta em produtos sazonais e locais.

O Quarteirão Bombarda é, como alguém já lhe chamou “um local cool, a cruzar o contemporâneo com apontamentos retro, sem perder a elegância e um certo ar boémio”.

Em termos de imobiliário, a zona tem vindo a sofrer uma grande renovação. Hoje, vemos as casas lindíssimas e os prédios de traça antiga, habitados, renovados, com vida. E a zona com uma vivência muito interessante e de “comunidade”. Alguns já lá vivem há muitos e longos anos, muitos, por vezes estrangeiros, adoptaram o Bairro das Artes há alguns anos como a sua casa, numa conjugação muito interessante de culturas, idades e modos de vida.

No Quarteirão Bombarda, sente-se um Porto vivo, simples, culto, alternativo, comunicativo e criativo.

Uma excelente zona para visitar, para estar, para partilhar e morar.