Qual a melhor estratégia para vender uma casa?

A resposta a esta pergunta é simples. 

A resposta é: DEPENDE!

E depende na verdade de vários fatores.

Depende …

… das características do imóvel;

… do seu estado de conservação;

… da sua localização;

… do cliente-alvo a que se destina;

… das motivações e prazos do vendedor;

… da utilização atual do imóvel;

… das condições conjunturais do mercado imobiliário.

Considero que a estratégia de venda de cada imóvel terá que ser delineada, em função e após análise de cada um destes fatores.

Todos os imóveis são diferentes, a localização é um fator crítico, o enquadramento pessoal e familiar de quem vende é determinante e no fim, cada cliente é único.

Como Consultora Imobiliária é imperativo conhecer a realidade de quem vende, as características do imóvel em detalhe, o seu enquadramento em termos de localização, a sua “concorrência” e identificar devidamente o perfil e requisitos da procura, para delinear e implementar a estratégia de marketing que trará o resultado esperado: a venda do imóvel de acordo com as necessidades e expectativas do vendedor, cumprindo igualmente o maior número de requisitos do comprador (porque um negócio só é bom, se for bom para as duas partes 🙂 

É após este trabalho de análise que é possível definir:

  • a adequada estratégia de preço;
  • a apresentação do produto (“imóvel”) ao mercado;
  • em que mercado/segmento se deve desenvolver a promoção;
  • que ferramentas de promoção vão ser utilizadas e como.

Por isso, desde sempre, digo a cada cliente que um Plano de Marketing para a venda da sua casa é único (na verdade, único como a sua casa, a sua realidade e o seu enquadramento no mercado, a cada momento).

Disponho naturalmente, de um alargado conjunto de ferramentas de marketing muitas delas potenciadas pela rede Remax, enquanto imobiliária internacional e líder de mercado, e pela Agência à qual estou associada, a Remax PRO, no entanto, não posso deixar de alertar para a necessidade de pensar previamente cada uma delas. Só depois de devidamente definida a estratégia de marketing, e de acordo com a mesma será possível definir a selecção e utilização de uma vasta panóplia de ferramentas de marketing ao dispor, tais como:

  • Fotografia e vídeo Profissional;
  • Visita virtual;
  • Homestaging;
  • Decoração 3D;
  • Site Remax e portais imobiliários;
  • Redes Sociais (conteúdo orgânico e pago);
  • Placa de venda;
  • Flyers;
  • Revistas da especialidade e outras;
  • E-mail marketing;
  • Partilha entre consultores e agências;
  • Venda em sistema de propostas múltiplas;
  • Open House;
  • Eventos locais e feiras internacionais;
  • Campanhas sazonais;
  • Bolsa de permutas;

Cada ferramenta terá que ser selecionada e utilizada, tendo sempre por base o objetivo pretendido, as características do imóvel, e acima de tudo o cliente-alvo para o qual estamos a comunicar.

Considero que é nesta análise, nesta trabalho personalizado e ajustado a cada imóvel e a cada cliente que reside uma grande parte da mais-valia de um consultor imobiliário.

Se está a ponderar vender a sua casa terei todo o gosto em definir consigo, em conjunto, a estratégia de marketing mais ajustada!