Blog

Porquê escolher Paranhos para viver?

Paranhos.

A maior freguesia do Porto (até se dar a união de freguesias …)

Porquê escolher Paranhos para viver?

Sou do Porto.

Morei a poucos metros do Porto, em S. Mamede de Infesta, até aos meus 23 anos e vivo no Porto desde então.

Há já 22 anos que escolhi a freguesia de Paranhos para morar.

Porquê?

Na altura, foram 3 os motivos que me trouxeram para Paranhos.

  1. a proximidade da casa dos meus pais (que continuam a morar a poucos metros do Porto em S. Mamede de Infesta) de importância extrema no apoio aos filhos que planeava ter em breve;
  2. A proximidade do que foi e continua a ser para mim uma escola de referência – O colégio Luso Francês, que frequentei na minha infância e onde os meus filhos tiveram o privilégio de crescer e aprender.
  3. Uma placa de venda, num prédio que me lembro de ver construir, tinha eu 12 anos, e que na altura me fez dizer “um dia, vou querer morar aqui!”

Estes foram os 3 motivos que me trouxeram para Paranhos, mas entretanto, há um sem número de motivos que me levam a ficar por aqui, nestes últimos 20 anos.

Conheço muito bem a freguesia, e hoje, como consultora imobiliária, conheço já muitos dos prédios, casas e pessoas que nela habitam.  Há muitos pontos positivos em Paranhos mas eu diria que o melhor de todos, são as pessoas. 

Em Paranhos, conserva-se ainda um certo sentido “bairrista”, de comunidade, de amizade. Os vizinhos, a quem muitas vezes apenas dizemos um simples “bom dia” são aqueles com que sempre podemos contar.

O comércio local, tradicional ainda impera, os estudantes são recebidos de braços abertos, e há sempre crianças a brincar nos jardins e parques infantis. 

É uma freguesia familiar, onde nos sentimos “em casa”.

Permitam-me elencar alguns dos motivos porque escolho Paranhos para viver …

  • Excelentes acessos rodoviários (saída do Porto para norte ou sul, assim como um rápido acesso ao centro do Porto);
  • Ótima rede de transportes públicos (autocarros e Metro – “linha amarela”);
  • O principal hospital da cidade está em Paranhos: Hospital de S. João.
  • Tem o que é, na minha opinião, um dos jardins mais bonitos do Porto: O Jardim da Arca d´Água;
  • Conta ainda com a fabulosa Quinta do Covêlo, repleta de sombras, socalcos, excelentes espaços para a prática desportiva e com um lindíssimo Parque Infantil e a típica Praça do Marquês de Pombal, com os seus quase residentes jogadores de sueca e as feirinhas de velharias.
  • Oferta significativa de escolas publicas, privadas, jardins de infância, ATL’s;
  • Contêm o principal polo universitário do Porto, o que se traduz numa freguesia repleta de juventude e dinamismo.
  • Um sem número de cafés, pastelarias, padarias para um simples café, um bom lanche ou uma conversa e alguns restaurantes dos quais permitam-me destacar:
    • O Pombeiro, um restaurante onde encontra pratos típicos e tradicionais, confeccionados no momento.
    • A Adega Escondida, um segredo bem escondido, que recomendo descobrir.
  • Uma autarquia organizada, uma interação muito positiva com a comunidade, várias iniciativas dirigidas quer a jovens quer à comunidade mais sénior.

Enfim, uma freguesia onde sabe bem viver!