Telefone: (+351) 929 261 237

O Banco ou a Casa?

 

O que escolho primeiro?

O Banco ou a Casa?

Tenho acompanhado de perto o processo de compra de casa de vários clientes que, como a maioria, precisa de recorrer a financiamento bancário para a aquisição.

Muitas vezes quando estabeleço o primeiro contato, os clientes já começaram a pesquisa há mais ou menos tempo, já fizeram visitas e alguns até já sabem quais as condições de financiamento a que terão acesso.

Mas, estes últimos meses, tenho começado alguns destes processos de raiz. Ou seja, a dado momento, alguém que tem vindo a sonhar com uma casa nova, ou por alguma circunstância -mudança de emprego, de cidade, de situação familiar, precisa mesmo de uma nova casa naquele momento, considera que “é agora” e me contacta para o ajudar no processo.

Tudo começa com uma primeira conversa, que tento sempre que seja pessoal, para perceber, acima de tudo, quais as motivações e qual a “casa de sonho”.

Quem começa a sonhar com uma nova casa, sonha realmente! Sonha com uma localização fantástica, com boas áreas, com aquela sala luminosa e a cozinha maravilhosamente equipada. Sonha habitualmente com algo melhor do que a casa atual.

Já viu muitos imóveis anunciados em sites de imobiliário e só ainda não marcou nenhuma visita porque, até aquela altura, não sabia se era mesmo o momento de avançar!

Esta primeira conversa com o cliente é deliciosa!

É o momento em que fala de sonhos, de projectos, de família, de vivências. É o momento em que me permite conhecê-lo melhor, que me permite entrar no “seu mundo”, algo determinante para encontrar a “sua casa”.

E é nesta conversa que surge sempre a questão.

Por onde começar a pesquisa, pelo banco ou pela casa?

É uma questão “complicada” de gerir.

Considero que o sonho é fundamental.

Imaginarmos a nossa nova casa, sabermos exactamente de que cor vamos pintar cada parede é essencial para reconhecermos aquela que vai ser a nossa casa.

Mas partir para um processo de pesquisa ativa, de visitas, sem sabermos exatamente até que valor podemos assumir um compromisso e quais os encargos que teremos ao longo dos próximos anos, não é de todo recomendável.

E isto não é estragar o sonho …

estragar o sonho será visitar, gostar, apaixonar-se por uma casa que realmente preenche todos os requisitos e até alguns extras e, após avaliação bancária, perceber que não podemos ou não queremos assumir um encargo financeiro tão elevado.

Estragar o sonho será limitar a pesquisa a imóveis de baixo valor, porque não temos noção de que até temos capacidade para um financiamento alargado, e passarmos meses à procura de algo que na realidade não existe – uma casa que cumpra as expectativas a baixo valor.

É por isso que considero e aconselho sempre os meus clientes que antes de iniciar as visitas a imóveis, se avalie as condições de financiamento a que terão acesso. Façam uma pré-aprovação, bancária, percebam o valor até onde querem ou podem comprar. E aí sim, avancemos com segurança para a pesquisa de imóveis e para as visitas, em busca da casa de sonho! … que, tenho a certeza que vamos encontrar 🙂

P.S. na Remax PRO temos um departamento financeiro e um especialista de crédito independente, capaz de garantir todo o acompanhamento necessário na procura das melhores condições de credito habitação.

Share this article