Em plena pandemia, quanto vale a minha casa?

Será possível determinar o valor de mercado de um imóvel em tempos de pandemia?

Numa altura de acentuada incerteza face à evolução da economia e, consequentemente do mercado imobiliário, fará sentido fazer estudos de mercado, análises comparativas e estimativas para (tentar) determinar o valor de um imóvel?

Apesar das diversas análises de tendências, que estimam comportamentos quer ascendentes quer descendentes, a curto e a longo prazo, de maior ou menor intensidade em cada zona, a verdade é que o impacto, positivo, negativo ou neutro (…creio que nunca será neutro ! …) no mercado imobiliário, dependerá das consequências, mais ou menos intensas, que esta pandemia causar na economia e no emprego.

Há assim quem defenda que, nesta fase, não faz sentido fazer estudos de mercado para estimar o valor de um imóvel. Há que o colocar à venda, por um preço que seja “agradável” para o vendedor e “testar” o mercado.
Não concordo.
Este tipo de “estratégia” está a levar a que muitos imóveis permaneçam à venda por longos períodos sem resultado.
Considero que, hoje, mais que nunca, é imperativo uma análise cuidada, comparativa, e acima de tudo atual, para determinação do valor de mercado.
O estudo de mercado tornou-se sim mais perene, de curta validade. Se há um ano, estimávamos o valor de venda de um imóvel e tínhamos confiança que esse valor se manteria estável ao longo de alguns meses, a partir de Março tudo mudou.
Hoje, o resultado do estudo de mercado é o valor estimado de venda do imóvel AGORA; com base na efetiva procura na zona e para aquele tipo de imóvel, naquele momento, avaliando o que se encontra em comercialização e as vendas dos últimos dias (não dos últimos meses).
Hoje, o estudo de mercado dá ao proprietário uma estimativa do valor da sua casa AGORA. E este valor poderá variar no mês seguinte e, seguramente será diferente no espaço de um trimestre.
O proprietário que pretende vender AGORA precisa de uma análise muito detalhada, de um estudo realmente cuidado das transações atuais, para conhecer qual o preço de venda que poderá definir, de forma a ter sucesso na venda.
Hoje, mais do que nunca, faz todo o sentido fazermos o Estudo de Mercado.
Só assim, enquanto consultores imobiliários, poderemos ajudar os nossos clientes a tomar decisões. A decidir se é AGORA: o momento de vender, ou não vender? A altura de comprar, ou não comprar?