Telefone: +351 929 261 237

7 Motivos pelos quais ninguém quer o seu imóvel (e como corrigir)

 

Se o seu imóvel não é vendido no mercado, está a fazer algo errado.

É evidente, nenhum mercado é igual, mas a maioria está a crescer. É um mercado para vendedores e provavelmente continuará a ser no futuro.

Apresentamos 7 possíveis motivos pelos quais o seu imóvel não é vendido e o que fazer para alterar isso.

1. Preço acima do mercado

 

Vamos começar com o motivo mais óbvio, ok?

Quer ganhar o máximo dinheiro possível quando vender o seu imóvel, mas faça a pergunta: “O meu imóvel está posicionado/valorizado para ser vendido por esta quantia?”

Se estiver a vender com um agente imobiliário, provavelmente pediu a opinião dele sobre o preço de venda. Ouviu o conselho dele? Ou teimosamente insistiu que o seu imóvel vale mais?

Se o agente imobiliário propôs o preço e mesmo assim não consegue vender, peça opinião a outros agentes ​​familiarizados com o mercado. Faça comparações com outros imóveis com as mesmas características e tenha uma noção do mercado local.

Diminuir o preço não é a única solução. Poderá oferecer um desconto adicional se o comprador fizer escritura até uma determinada data.

Em último recurso, poderá retirá-lo do mercado durante uma ou duas enquanto analisa outros possíveis problemas.

 

2. Está cheio de tralha

 

Não é um colecionador (e mesmo que seja, provavelmente não vai admitir). Mas os imóveis cheios de tralha, decorações pessoais, bugigangas, e coisas em geral são um enorme problema para eventuais compradores.

Não será apenas a desordem que incomoda as pessoas. Quanto mais móveis tiver uma sala, pior será a sua aparência.

Uma solução: retire tudo, exceto os móveis mais pequenos, se continuar a residir no local. Isso irá fazer o imóvel parecer maior.

O outro problema com as suas coisas espalhadas é que torna muito mais difícil para os potenciais clientes imaginar as suas coisas no sítio. As pessoas tomam decisões maioritariamente emocionais, com base no que veem e imaginam no futuro.

Torne essa tarefa mais fácil e livre-se do máximo de “lixo” possível.

Se é um investidor que vende um imóvel vazio, pode ir na outra direção e prepará-lo com móveis minimalistas e de bom gosto. Certifique-se de consultar um profissional de interiores.

 

3. É feio

 

Tem eletrodomésticos amarelo-mostarda dos anos 70? Ou casas de banho remodeladas na época em que Ramalho Eanes foi presidente?

Tudo bem, então esses são problemas óbvios. Mas nem sempre é assim tão óbvio.

Se reside num imóvel que pretende vender, provavelmente não se apercebe dos azulejos lascados na casa de banho ou dos arranhões nas paredes, mas os potenciais compradores irão.

Fale com o seu agente imobiliário sobre quais as mudanças estéticas que podem fazer uma grande diferença. Pode significar repintar as paredes ou atualizar a cozinha e / ou casa de banho.

Olhe para o exterior do imóvel. Deveria ser lavado? Como está o jardim? A porta da frente está a ranger?

Pode vender casas pouco apelativas, mas não pelo valor mais alto!

 

4. Tem um Problema Estrutural ou Mecânico

 

Problemas estruturais ou mecânicos afugentam a maioria dos compradores.

“Eu tenho um orçamento para reparar este problema e só vai custar € 5.000 para reparar.”

Talvez sim ou talvez não. Potenciais compradores veem estes problemas estruturais ou mecânicos e questionam “Que outros problemas estarão escondidos aqui?”

Considere reparar eventuais problemas que influenciarão o preço final do imóvel. Obras estruturais de € 5.000 podem permitir que venda o imóvel € 25.000 a mais, porque eliminará o risco/medo dos compradores.

 

5. Cheira mal

 

Quem quer comprar um imóvel com problemas de odor?

Para além de causar uma impressão terrível, gera medos e dúvidas semelhantes na cabeça dos compradores. O cheiro pode ser removido? O que está a causar isto?

Maus odores podem ser o beijo da morte na sua venda.

Resolva o problema sozinho. Se o imóvel for alcatifado, substitua ou limpe a vapor o chão. Se existir algum risco de mofo, contrate especialistas corrigir o problema.

Velas perfumadas poderão ser um grande aliado. Acima de tudo, limpe o imóvel até que fique a brilhar.

 

6. As fotografias são horríveis

 

Os potenciais clientes pesquisam imóveis online. É evidente que filtram as suas pesquisas por preço e por área, mas depois do filtro inicial vão ver as fotografias respetivas.

É melhor as tuas fotografias serem boas!

Se tirou as fotografias sozinho, provavelmente não serão boas. Peça feedback a outras pessoas – de preferência pessoas não familiarizadas com o seu imóvel.

Considere a contratação de um fotógrafo profissional. Está mais que provado que imóveis com fotos profissionais vendem-se 50% mais rápido e 39% mais próximos do preço inicialmente pedido (também geram 118% mais visualizações online).

Um fotógrafo profissional não é uma despesa, mas sim um investimento com retorno mensurável.

 

7. O seu agente imobiliário não presta

 

Nem todos os agentes imobiliários são iguais. Alguns são totalmente amadores que experimentam um emprego paralelo.

Quer colocar um ativo no valor de centenas de milhares de euros nas mãos de um agente que desconhece?

Procure agentes imobiliários com nome no mercado. Em particular, encontre agentes conceituados e bem avaliados que se especializaram na sua área específica e que serão capazes de lhe dar o melhor feedback sobre preço, condições e afins.

 

 

Fonte: reptipster.com

Share this article