5 COISAS QUE UM COMPRADOR PRECISA DE SABER ANTES DE FAZER UMA OFERTA

Quando se trata de comprar uma casa, procuramos o lugar perfeito, a casa de sonho – aquela que queremos chamar de lar. O problema é que, no mercado de hoje, simplesmente não há muitas casas disponíveis para compra. Com um stock de imóveis ainda muito reduzido e uma procura elevada, um cenário de ofertas múltiplas é, no imobiliário, “o novo normal”.

Se está em processo de compra de casa, eis as cinco coisas que deverá ter em mente quando estiver pronto para fazer uma oferta.

  1. Conheça os seus números:
    Ter um entendimento completo do seu orçamento e de qual o valor que poderá pagar pela casa é essencial. É por isso que deverá entrar em contato com um intermediário de crédito para obter a pré-aprovação de um empréstimo, logo no início do processo de compra da sua casa. Com essa etapa concluída, demonstra ao vendedor que é um comprador sério e qualificado e pode dar-lhe uma vantagem competitiva numa negociação.
  2. Prepare-se para um ritmo rápido:
    O mercado de hoje é dinâmico e acelerado. Um consultor imobiliário qualificado fará tudo o que estiver ao seu alcance para o ajudar a não perder nenhuma oportunidade. E, assim que encontrar a casa certa, esse consultor irá ajudá-lo a construir e apresentar a sua melhor proposta o mais rápido possível.
  3. Apoie-se num profissional do setor imobiliário:
    Embora a compra de uma casa possa parecer um processo confuso e complexo, um consultor imobiliário profissional e conhecedor do mercado local, fá-lo todos os dias, pelo que sabe o que funciona. Essa experiência pode ser usada para lhe dar uma vantagem significativa sobre a concorrência. Um consultor imobiliário pode ajudá-lo a considerar quais as “alavancas” que pode usar e que poderão ser atraentes para um vendedor, como, por exemplo, oferecer opções flexíveis de arrendamento, a um vendedor que precisa de mais tempo para se mudar ou, utilizar a sua capacidade de fechar rapidamente ou fazer uma oferta que não depende da venda da sua casa atual.
  4. Faça uma oferta forte, mas justa
    Não há dúvida – todos nós gostamos de um bom negócio. Em função de cada oportunidade em concreto, nem sempre (aliás, muitas das vezes no mercado atual) oferecer um preço inferior ao pedido não é suficiente para tornar sua oferta atraente para os vendedores.
    Num mercado tão competitivo, as emoções e os preços podem subir. Mais uma vez, recorra a um agente como seu consultor de confiança para fazer uma oferta forte, mas justa, com base no valor de mercado, nas vendas recentes e na procura.
  5. Seja um negociador flexível
    Se seguiu a dica nº 3, elaborou a sua proposta com as necessidades do vendedor em mente. De qualquer modo, o vendedor ainda pode contra-propor com suas próprias alterações. Esteja preparado para alterar sua oferta para incluir datas de mudança flexíveis, um preço mais alto ou contingências mínimas.

No momento de fazer uma proposta, é importante considerar não apenas o que você precisa, mas também o que o vendedor pode precisar. Um profissional imobiliário local é a pessoa indicada para obter aconselhamento especializado sobre esta etapa do processo de compra de uma casa.

O objetivo é, sempre, ajudá-lo a ficar com a sua casa de sonho!